Psicologia do Homem: por que um serviço especializado?

Atualizado: Mar 24

Em agosto de 2018 a Associação Americana de Psicologia (Guideline APA) publicou um conjunto de diretrizes para a prática psicológica com homens e meninos para ajudar esta população, que ao mesmo tempo tem certos privilégios e poder com base no seu gênero, experimentam altas taxas de sofrimento desproporcionais quando comparados a outros grupos. Por exemplo: tendem a experimentar maior fracasso escolar e acadêmico, problemas de saúde mental (p.ex. suicídio), maiores taxas de doenças cardiovasculares, maiores problemas com a lei e consequentemente encarceramento, mortalidade precoce, problemas familiares, etc.



É de conhecimento geral que homens tendem a recusar procurar um serviço de psicologia.


Na cultura ocidental, o ideal dominante de masculinidade mudou de uma imagem aristocrática da classe alta para um ideal robusto e autossuficiente. Assim, a ideologia tradicional de masculinidade pode ser vista como a dominante, que influencia fortemente para que os membros de determinadas culturas a vejam como normativa.


Pesquisadores demonstraram que os homens experimentam conflitos para quatro domínios do papel do gênero masculino:


  • Sucesso, poder e concorrência;

  • Emoção restritiva;

  • Comportamento afetivo restritivo entre homens;

  • Conflito entre trabalho e relações familiares.


Meninos e homens têm sido um referencial normativo para o comportamento de como os seres humanos devem agir. Pesquisas sugerem que práticas de socialização que ensinam meninos de tenra idade para ser auto-suficiente, forte e para minimizar e gerenciar seus problemas por conta própria rendem homens adultos que estão menos dispostos a procurar tratamento de saúde mental.


Homens têm 4 vezes mais probabilidade de morrer de suicídio que mulheres e são menos propensos de serem diagnosticados com distúrbios internalizantes, como depressão, em parte porque os distúrbios internalizantes não se conformam aos estereótipos tradicionais de papéis de gênero sobre a emocionalidade dos homens.


Ao mesmo tempo em que nossa cultura enfatiza certos aspectos da masculinidade como razão acima da emoção e tende a privilegiar este modelo, os homens estão experimentando sofrimentos em diversas áreas de suas vidas quando comparados a outros grupos e não têm recebido a devida atenção.


A ideia do serviço Psicologia do Homem é diminuir a barreira que o homem geralmente tem em buscar ajuda psicológica, desmistificando seus principais pré-conceitos: psicólogo é frescura e só tem conversa que não irá me ajudar a resolver meus problemas.


Nos baseamos em 5 motivos para criar o serviço Psicologia do Homem:

1) Homens geralmente minimizam seus problemas

2) Homens têm a ideia de que devem resolver tudo sozinhos

3) Homens, muitas vezes, têm medo de serem vistos como fracos

4) Homens têm dificuldade em dar o primeiro passo para se cuidar mais

5) Homens tendem a ter medo de perder o controle das situações


Veja mais em: https://www.lzpsicologia.com.br/psicologia-do-homem

Trend Nova Carlos Gomes

Torre Offices conjunto 1913

Av. Sen. Tarso Dutra, 565

Petrópolis | Porto Alegre | RS

CEP 90690-140

  • Psicologia Facebook
  • Psicologia YouTube
  • Psicologia Instagram

© 2020 Londero & Zogbi Serviços de Psicologia Ltda | CNPJ 32.185.520/0001-02

psicologos porto alegre .png